Como organizar as finanças do meu restaurante

5 principais plataformas de delivery para receber pedidos online
18 de abril de 2019
Boas práticas para fidelizar o cliente novo no delivery
29 de abril de 2019

Uma empresa não sobrevive apenas quando vende seus produtos, é preciso saber organizar as finanças para que a saúde financeira do seu negócio se mantenha estável.

Seja no delivery, seja na loja física, você precisa manter-se atualizado sobre tudo o que entra e tudo o que sai do fluxo de caixa da sua empresa, pois assim, você saberá onde precisará melhorar e onde pode manter com relação aos gastos ou vendas.

Para te ajudar quando o assunto é finanças, descrevemos abaixo alguns pontos que você precisa acompanhar para tomar ações diariamente.

Continue lendo!

 

1. Controle suas finanças através de um sistema

A melhor maneira de ter um controle efetivo do seu negócio, é usar um sistema para controle financeiro, pois usar um caderno de anotações ou apenas uma planilha de excel para registrar tudo que entra e tudo o que sai, você não conseguirá organizar as finanças corretamente.

Então, para facilitar, contrate uma empresa que já tenha uma sistema financeiro pronto e que basta você entrar com os dados no software para começar a controlar os resultados.

O software, além de agilizar o processo, ele servirá para suas análises e também será para base para a Contabilidade calcular os impostos.

 

2. Acompanhe os resultados diariamente

A parte mais importante para o sucesso do seu negócio é acompanhar os resultados diariamente, pois, dessa forma, você consegue controlar todos os gastos e todos os recebimentos da loja.

Caso você já use um sistema financeiro e treinou seu funcionários para registrar todas as informações no software, bastará você emitir os relatórios diários das receitas e das despesas para poder tomar ações de acordo com o que necessitar.

Com esses dados, você conseguirá analisar tanto o que tem a pagar ou a receber, quanto o que foi pago e recebido, assim como, se está atingindo a margem de lucro que colocou como objetivo para o negócio.

 

3. Tome cuidado para não ficar endividado

Não faça investimentos fora do planejado e não gaste além do orçado. Essas duas medidas fará com que você fique longe de contrair dívidas e comprometer seu delivery ou sua loja física.

Todo negócio tem que crescer gradativamente para se tornar sólido e estável. Você até pode perceber uma oportunidade de negócio para crescer ainda mais, porém não faça isso se for comprometer seu fluxo de caixa. O ideal é ir aumentando gradativamente sua produção, conforme a demanda aumente.

Outro ponto é, não tire dinheiro do caixa da empresa para uso pessoal, isso acaba sendo muito comum, mas poderá deixar uma dívida enorme no seu caixa, por conta das retiradas.

Pense o seguinte, se o seu patrimônio pessoal crescer mais do que o da sua empresa, é bem provável que ela não esteja bem financeiramente. Sua empresa tem que sempre crescer mais do que você para se manter sustentável.

 

4. Siga seu planejamento orçamentário

Caso você não faça um planejamento orçamentário, coloque esse processo como regra para o próximo ano, pois reduzirá as chances das coisas saírem do controle durante o ano vigente. Crie um plano orçamentário para todo ano, com os valores de receitas, despesas e investimentos mês a mês.

Com um plano orçamentário, você consegue acompanhar se tudo aquilo que você planejou tanto para os gastos, quanto para as receitas, estão de fato acontecendo, e isso mês a mês.

O mais importante é, controle os gastos mensalmente para seguir o plano e corra atrás para bater as metas de vendas para também ficar com o realizado do planejamento igual ou com uma divergência mínimo do que você orçou.

 

5. Mantenha seu cardápio atualizado

É importante manter o cardápio atualizado não só por questões de ter ou não os itens do menu, mas também, para manter os preços dos produtos atualizados de acordo com os custos da matéria da prima, por conta da variação do mercado.

Se o custo da matéria prima aumentar, e você não adequar o seu preço, sua margem de lucro irá reduzir, e você precisa estar ciente disso caso não queira repassar o custo para o cliente.

Faça uma análise dos preços dos seus produtos em relação ao mercado e em relação ao custo da matéria prima e deixe seus preços atualizados no cardápio, isso ajudará a organizar as finanças do seu negócio.

 

6. Não deixe faltar produto no estoque

Imagine o cliente pedir no delivery ou for consumir na sua loja e você informar que não tem o produto e que o mesmo acabou? O cliente ficará frustrado e poderá nunca mais pedir com você.

Nessa hora um sistema também te ajudará, pois através dele, você conseguirá controlar cada item do seu estoque e assim, manter os itens com a quantidade necessária para a produção dos produtos da sua loja.

O software também ajudará a organizar as finanças, pois ele irá controlar o custo médio do produto a cada nova compra realizada.

 

7. Coloque o vencimento das suas contas para dias de maiores recebimentos

Você precisa alterar o vencimento das contas da sua empresa para os dias que você tem maiores recebimentos. Fazendo isso, você sempre ficará com o fluxo de caixa positivo, pois sempre terá dinheiro em caixa para pagar as contas.

Imagine pagar o aluguel do estabelecimento que você usa no dia primeiro, sendo que seu movimento maior é no dia dez, você começará o mês negativo. O ideal é trocar o vencimento do aluguel para o dia dez e ter saldo suficiente para pagar.

Seguindo essas dicas, provavelmente você conseguirá organizar as finanças do seu restaurante de uma maneira mais eficaz.

Gostou das dicas? Compartilhe nas redes sociais com seus amigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Área de Cliente