Como gerenciar o custo dos produtos usados no delivery

Como destacar seu Food Truck em qualquer lugar
8 de julho de 2019

Sabemos que a venda em qualquer negócio é o ponto essencial para sua sobrevivência, porém, controlar o custo dos produtos e saber quanto se está gastando diariamente com a matéria prima, fará com que você nunca deixe a despesa ultrapassar a receita em seu delivery.

Pensando em como controlar de forma mais eficaz o custo dos produtos vendidos em seu delivery, nós descrevemos 5 passos essenciais para seguir e manter a sustentabilidade da sua loja.

Continue lendo!

 

1. Barganhar melhores preços com os fornecedores

Quando se fala em custo de produtos, lembramos sempre de procurar o menor preço em cada item que precisamos comprar para montar nosso produto. Quando se tem um CNPJ ativo, a facilidade e a busca pelo menor preço se torna ainda melhor.

Aproveite os fornecedores direto das fábricas que já entregam na rota da sua empresa e negocie com eles para entregar na sua loja também por um preço mais em conta, pois, como ele já faz a sua rota, o custo para ele também é menor, isso beneficiará as duas empresas.

 

2. Tenha um controle de estoque

É preciso ficar de olho vivo no estoque do seu delivery, tanto para não deixar faltar nada, quanto para não ter produtos parados sem venda, pois isso é deixar dinheiro parado e com possibilidade de perder o produto por conta da validade.

Mesmo que seja em uma planilha de excel, caso não tenha sistema, calcule o ponto de pedido de cada produto para nunca deixá-lo faltar e também para não comprar a mais. Também é interessante conferir o consumo, pois se você começa a vender mais, sua produção aumenta, consequentemente seu estoque também poderá ser maior.

 

3. Faça o controle de desperdícios

Quando se fala em comida, sempre haverá desperdícios. Isso é um fato que não tem como mudar, mas é possível pelo menos controlar, para que o desperdício seja cada vez menor, pois isso irá ajudar até na redução do custo dos produtos.

Então, fique atento a seu volume de vendas por dia, justamente para não fazer quantidade maiores de compra dos produtos, sendo que você não irá vender. Principalmente, quando são alimentos que não podem ser reaproveitados pelo menos no dia seguinte, por exemplo, os molhos.

 

4. Mantenha se atualizado no custo dos produtos

De acordo com a lei da oferta e demanda e também do período de produção, o custo dos produtos podem variar mensalmente, com isso, você precisa estar atento aos preços praticados pelos fornecedores para não pagar um valor alto ou para fazer um estoque de emergência sabendo que irá aumentar.

Pesquise as lojas que vendem os produtos que você compra, e fique atento também aos valores praticados por outros fornecedores que não seja o seu, para saber se o custo do produto dele está seguindo um padrão e se não destoa muito dos outros fornecedores.

 

5. Monte seu cardápio corretamente

Montar um cardápio não é uma tarefa fácil, mas quando bem feito só gera benefícios e ainda se torna um cardápio vendedor. 

Para isso, fique atento aos processos de fracionamento dos ingredientes para cada prato, custos diretos e indiretos ligados ao seu produto, gastos com divulgação do produto e ainda a margem de lucro que você pretende atingir sobre o mesmo.

Com esses passos acima, entendemos que você já terá uma boa base para gerenciar e controlar melhor o custo dos produtos vendidos em seu delivery e trazer melhores resultados ao seu negócio.

Gostou do texto? Compartilhe com seus amigos nas redes sociais e nos ajude a alcançar ainda mais pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Área de Cliente